Minhas Compras
Você adicionou a sua lista de compras. O que deseja fazer agora?
Continuar Comprando! Fechar Compra!

treinamento@focustrigueiro.com.br    (81) 3432-7308    (81) 9 9278-7862    (81) 99463-3475

Focus Trigueiro - Desenvolvimento de projetos de consultorias e de capacitação de pessoas!

Logística: Ter ou não ter?

Logística: Ter ou não ter?

Por Thayse Sales dia em Blog

Logística: Ter ou não ter?
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Na era das negociações eletrônicas, quando a eficiência na entrega de produtos e na realização de serviços se transformou em fator decisivo de competitividade, o mercado se rendeu ao conhecimento estratégico investindo cada vez mais, em mão-de-obra qualificada, como forma de reduzir custos e se destacar no ambiente em que atua.

 

A procura por profissionais especializados em logística e com visão holística nunca foi tão expressiva quanto hoje. Tal fato tem contribuído para que a logística também conquiste seu lugar nas universidades, em grupos de estudo e principalmente nas empresas, gerando importantes discussões para o desenvolvimento logístico das regiões do País, em busca da almejada competitividade global. Na área acadêmica, a descoberta do potencial da logística e da necessidade de mão-de-obra especializada, tem resultado na criação de cursos de especialização. É o caso da Faculdade de Ciências da Administração de Pernambuco, da Universidade de Pernambuco, que formou a quarta turma do Curso de Especialização em Logística Empresarial.

 

As empresas têm utilizado a logística como forma de diferenciação junto ao mercado, tentando satisfazer os clientes ao menor custo. Para isso, e com o incentivo cada vez maior do governo às exportações é preciso algumas melhorias para permitir maior agilidade dos processos logísticos, entre elas podemos citar:

 

- Aumentar a malha ferroviária, além de recuperar a já existente, para complementar as demais modalidades de transportes;

- Diminuir desperdício na armazenagem;

- Organizar a logística conforme previsão de variabilidade de demanda;

- Utilizar portos unicamente para distribuição e não como armazenagem;

- Acelerar a recuperação da malha rodoviária.

 

Essas e outras mais levarão, com certeza, ao aumento da competitividade das empresas, pois permitirão as mesmas cumprirem a máxima da logística que é colocar o produto certo, no lugar certo, no tempo certo ao menor custo e com satisfação do cliente.

 

Fernando G. R. Trigueiro - Engenheiro, Diretor da Focus-Trigueiro Consultoria & Treinamento, Coordenado do Curso de pós-graduação em logística Empresarial da UPE. Consultor em Logística e SCM.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui: